Pesquise no blog

sábado, 18 de julho de 2015

ACESSO INTRAÓSSEO

LOCAIS PARA ACESSO INTRAÓSSEO


O ACESSO (IO) É UM MÉTODO SIMPLES
E EFICAZ PARA ESTABELECER ACESSO
VASCULAR RAPIDAMENTE  INSERINDO 
UM DISPOSITIVO AGULHADO  NA 
MÉDULA ÓSSEA  PARA
ADMINISTRAR FLUIDOS OU MEDICAÇÕES
DE EMERGÊNCIA/URGÊNCIA.

LOCAIS PARA ACESSO IO

TÍBIA PROXIMAL
TÍBIA DISTAL
FÊMUR DISTAL
ESPINHA ILÍACA

CONTRAINDICAÇÕES

FRATURAS E LESÕES POR ESMAGAMENTO
PRÓXIMAS AO LOCAL DE ACESSO
CONDIÇÕES COM OSSOS FRÁGEIS
TENTATIVAS ANTERIORES DE ESTABELECER
ACESSO NO MESMO OSSO
EVITAR ACESSO IO SE HOUVER INFECÇÃO
NOS TECIDOS

RESPONSÁVEIS PELA EXECUÇÃO

MEDICO E ENFERMEIRO HABILITADO

INDICAÇÃO

CRIANÇA COM DIFÍCIL ACESSO VENOSO
PERIFÉRICO, APÓS TRÊS TENTATIVAS DE
FUNÇÕES PERCUTÂNEAS SEM SUCESSO,
EM ATENDIMENTO PRIMÁRIO DE
EMERGÊNCIA

CUIDADOS DE ENFERMAGEM

-REALIZAR CURATIVO ESTÉRIL
-FIXAR A AGULHA ADEQUADAMENTE
PREVENINDO MOVIMENTAÇÃO E
DESLOCAMENTO
-ADMINISTRAR MEDICAMENTOS
PRESCRITOS
- OBSERVAR EXTRAVASAMENTOS
NO SUBCUTÂNEO
- OBSERVAR SINAIS DE EDEMA E
DESLOCAMENTO DA AGULHA


OBS: O USO DA AGULHA (IO)
NÃO DEVE EXCEDER A 24 HORAS


DISMENORRÉIA

DISMENORRÉIA

É O CONJUNTO DE SINTOMAS NO
PERÍODO MENSTRUAL, RELACIONADOS
COM DOR NO BAIXO-VENTRE.
PODE SER ACOMPANHADA POR
NÁUSEAS, VÔMITOS, CEFALÉIA, 
CÓLICA INTESTINAL, DIARRÉIA
E DISPNÉIA(SÍNDROME DISMENORRÉICA).
ATINGE 90% DAS MULHERES, E 10%
DELAS PODEM SENTIR-SE INCAPACITADAS
AO TRABALHO POR UM A TRÊS DIAS,
MENSALMENTE.

CLASSIFICAÇÃO:
DISMENORRÉIA PRIMÁRIA
DISMENORRÉIA SECUNDÁRIA

TRATAMENTO

ANTIFLAMATÓRIOS
ANALGÉSICOS


segunda-feira, 6 de julho de 2015

ASMA

ASMA

A ASMA PODE SER DEFINIDA, DE UMA MANEIRA
GERAL, COMO UMA SÍNDROME CARACTERIZADA 
POR OBSTRUÇÃO REVERSÍVEL RECORRENTE
DO FLUXO DE AR NAS VIAS AÉREAS EM
RESPOSTA A ESTÍMULOS QUE, POR SI SÓ,
NÃO SÃO NOCIVOS E NÃO AFETAM OS
INDIVÍDUOS NÃO-ASMÁTICOS.
A CRISE ASMÁTICA CONSISTE EM
SIBILOS, TOSSE  E DIFICULDADE NA
EXPIRAÇÃO.
O DESENVOLVIMENTO DA ASMA
ALÉRGICA  ENVOLVE FATORES TANTO
GENÉTICOS QUANTO AMBIENTAIS.
NO INVERNO  HÁ UM AUMENTO NOS
ÍNDICES DE CRISES DE ASMA DEVIDO
AO FRIO, POEIRO, MOFO, FUMO, 
POLENS, ODORES E EPITÉLIO DO ANIMAL.
POR AS PESSOAS PERMANECEREM
POR MAIS TEMPO EM AMBIENTES

SINTOMAS

FALTA DE AR(DISPNÉIA)
TOSSE (SECA E NOTURNA)
CHIADO NO PEITO
SENSAÇÃO DE OPRESSÃO TORÁCICA

TRATAMENTO

EVITAR FATORES DESENCADEANTES
USAR MEDICAMENTOS CONTROLADOS
E EVITAR AMBIENTES FECHADO.



DIABETES MELLITUS

sábado, 4 de julho de 2015

OXIGENOTERAPIA POR INALAÇÃO

SONS PULMONARES E NAS VIAS AÉREAS

PULMÕES

ESTRIDOR

SOM GROSSEIRO, MAIS AGUDO
NORMALMENTE OUVIDO NA
INSPIRAÇÃO, MÁS PODE SER
OUVIDO NA EXPIRAÇÃO.
O ESTRIDOR E UM SINAL DE
OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS
SUPERIORES.
CAUSAS: OVACE,
CRUPE, LARINGOMALÁCIA, TUMOR
OU CISTO.
EDEMA NAS VIAS AÉREAS POR
REAÇÃO ALÉRGICA OU EDEMA.

GEMIDO

SÃO SONS CURTO E GRAVE
OUVIDOS DURANTE A EXPIRAÇÃO.
PODEM ACOMPANHAR DOR 
OU FEBRE.
OS BEBÊS GERALMENTE
GEMEM PARA AJUDAR MANTER
ABERTOS AS VIAS ÁREAS E 
SACOS ALVEOLARES NOS
PULMÕES.
AS CAUSAM DOS GEMIDOS
SÃO: PNEUMONIA, CONTUSÃO
PULMONAR E SÍNDROME DO
DESCONFORTO RESPIRATÓRIO,
 EDEMA PULMONAR.
OBSTRUÇÃO INTESTINAL,
PERFURAÇÃO INTESTINAL
E APENDICITE.
GEMIDOS SÃO UM SINAL
DE DESCONFORTO RESPIRATÓRIO
INTENSO OU DE DOENÇA DO 
TECIDO PULMONAR.

GORGOLEJO

É UM SOM DE BORBULHA
OUVIDO DURANTE A
INSPIRAÇÃO OU A EXPIRAÇÃO.
OCORRE QUANDO HÁ OBSTRUÇÃO
DAS VIAS AÉREAS SUPERIORES
DEVIDA A SECREÇÕES, VÔMITOS
OU SANGUE NAS VIAS AÉREAS.

SIBILO

É UM SOM DE SUSPIRO GRAVE 
OU AGUDO, OUVIDO COM MAIS
FREQUÊNCIA NA EXPIRAÇÃO.
NA INSPIRAÇÃO E OUVIDO
CO MENOS FREQUÊNCIA.
BRONQUIOLITE E ASMA
SÃO AS CAUSAS MAIS
COMUNS DE SIBILO.

CREPITAÇÕES

CONHECIDA COMO ESTERTORES,
SÃO SONS INSPIRATÓRIOS
CREPITANTES E AGUDOS.
O SOM DAS CREPITAÇÕES
SECAS PODE SER DESCRITO
COM O SOM PRODUZIDO
ESFREGANDO-SE OS CABELOS
PRÓXIMO AO OUVIDO, SÃO
OUVIDAS NA ATELECTASIA E
DOENÇA PULMONAR INTERSTICIAL.
AS CREPITAÇÕES ÚMIDAS
INDICAM ACÚMULO DE LÍQUIDO
ALVEOLAR, COMO
PNEUMONIA E EDEMA PULMONAR.




HEMANGIOMA

HEMANGIOMA

HEMANGIOMA SIGNIFICA VASO
SANGUÍNEO E OMA SIGNIFICA TUMOR.
HEMANGIOMA SÃO TUMORES BENIGNOS
MAIS FREQUENTES NA INFÂNCIA E,
POR NÃO SEREM MALIGNOS NÃO
SOFREM TRANSFORMAÇÃO PARA CÂNCER.
QUEM TEM HEMANGIOMA, É QUALQUER
RECÉM-NASCIDO, GERALMENTE É
OBSERVADO NAS PRIMEIRAS DUAS
SEMANAS DE VIDA.
SÃO MAIS OBSERVADOS NA PELE
DA FACE E PESCOÇO OU COURO
CABELUDO, MAS TAMBÉM PODEM
AFETAR A PELE EM OUTROS
SEGMENTOS CORPORAIS OU EM
ALGUNS ÓRGÃOS INTERNOS, COMO
O FÍGADO, PODENDO SER ÚNICO,
MÚLTIPLOS, CUTÂNEOS, ASSOCIADOS
OU NÃO COM LESÕES VISCERAIS.
OS FATORES CAUSADORES SÃO
DESCONHECIDOS.