Pesquise no blog

domingo, 31 de maio de 2015

OBESIDADE INFANTIL O VILÃO DOS PROBLEMAS CARDÍACOS

CRIANÇA

AO OUVIR SOBRE DOENÇAS NO
CORAÇÃO, NORMALMENTE,
ASSOCIAMOS OS CASOS AS
PESSOAS ADULTAS ACIMA DOS
50,60 ANOS.
E NÃO NOS SURPREENDEMOS EM
SABER QUE AS VÍTIMAS SÃO
PORTADORES DE RISCOS COMO
SEDENTARISMO, TABAGISMO,
OBESIDADE, DIABETES ENTRE
OUTROS.
MAS, O NÚMERO DE CRIANÇAS
VÍTIMAS DE DOENÇAS
CARDIOVASCULARES VEM
AUMENTANDO, E A OBESIDADE
INFANTIL E O GRANDE PROBLEMA.
SEGUNDO O IBGE, UMA EM
CADA TRÊS CRIANÇAS ESTÃO
ACIMA DO PESO. E OS QUILOS
A MAIS TRAZEM UMA SÉRIE DE
COMPLICAÇÕES NA VIDA DESSAS
CRIANÇAS COMO O 
DESENVOLVIMENTO DO DIABETES,
HIPERTENSÃO E COLESTEROL ALTO
FATORES QUE DESENCADEIAM
PROBLEMAS CARDIOVASCULARES.
EXISTEM DOIS TIPOS DOENÇAS
CARDÍACAS INFANTIS:
CARDIOPATIAS CONGÊNITAS:
ENFERMIDADES QUE SURGEM
DURANTE O DESENVOLVIMENTO
FETAL.
CARDIOPATIAS ADQUIRIDAS:
RELACIONADAS A FATORES
EXTERNOS, COMO OBESIDADE E
SEDENTARISMO.
ALGUMAS DOENÇAS CARDÍACAS
MAIS COMUM EM CRIANÇAS SÃO:
-SOPRO
-INSUFICIÊNCIA CARDÍACA 
CONGESTIVA
-FEBRE REUMÁTICA
-MIOCARDITE
-ARRITMIA CARDÍACA

SINTOMAS COMO DIFICULDADES
PARA GANHAR PESO, FACILIDADE
PARA PEGAR GRIPE COM EVOLUÇÃO 
PARA PNEUMONIA, RECLAMAÇÕES
COMO DORES NO PEITO E
DIFICULDADE PARA RESPIRAR
SÃO SINAIS DE ALERTA.
O HÁBITO ALIMENTAR DESDE
A GRAVIDEZ É MUITO IMPORTANTE
PARA O BOM FUNCIONAMENTO
CARDÍACO DO BEBÊ.
E LEMBREM-SE SEMPRE
DE LEVAR A CRIANÇA AO
PEDIATRA E CUIDAR DA
SAÚDE DO SEU FILHO!!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

CONVULSÕES EM PEDIATRIA

REDUZIR O SÓDIO E CUIDAR DA SAÚDE

SAL

A REDUÇÃO DO SÓDIO E MUITO MUITO
BOM PARA A SAÚDE, E PARA O SEU BOLSO
TAMBÉM,  PARA EVITAR ALTO CUSTO DE
MEDICAMENTOS FUTURO.
O EXCESSO DE SÓDIO AUMENTA A
PRESSÃO ARTERIAL, E PRESSÃO ARTERIAL
ELEVADA  É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS
DE DOENÇAS CARDÍACAS.
PARA QUEM COME ALIMENTOS QUE TÊM

 MUITO SÓDIO É UM PERIGO.
O SAL É A MAIOR FONTE DE SÓDIO, 
MAS TEM MUITOS OUTROS ALIMENTOS
EM QUE A DOSE TAMBÉM E ALTA.
O SÓDIO É UM DOS COMPONENTES DO SAL.
UM GRAMA DE SAL DE COZINHA TEM 400MG
DE SÓDIO.
O SÓDIO ESTÁ PRESENTE NOS ALIMENTOS
INDUSTRIALIZADOS E NA CONSERVAÇÃO.
A REDUÇÃO NO CONSUMO DE SÓDIO
AJUDA NA PREVENÇÃO DE MORTE DE
ATAQUES CARDÍACOS FULMINANTE.
UMA DIETA EQUILIBRADA COMO,
INGESTÃO DE FRUTAS, FIBRAS, 
REDUÇÃO DE CONSUMO DE SAL,
PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS, 
MODERAÇÃO NO CONSUMO DE
ÁLCOOL GARANTEM UMA VIDA
MAIS LONGA.
O SÓDIO É ABSOLVIDO NO
INTESTINO E VAI DIRETO PARA A
CORRENTE SANGUÍNEA, PROVOCANDO
O ESTREITAMENTO E O ENDURECIMENTO
DAS ARTÉRIAS, CAUSANDO HIPERTENSÃO E
PROBLEMAS  RENAL.
O SÓDIO E IMPORTANTE PARA O 
FUNCIONAMENTO DOS ÓRGÃOS O 
PROBLEMA E O EXCESSO.





BEBER MODERAMENTE EM ANOS POSTERIORES PODEM DANIFICAR O CORAÇÃO

BEBIDA

BEBER DUAS OU MAIS BEBIDAS
ALCOÓLICAS POR DIA PODEM
DANIFICAR O CORAÇÃO DAS
PESSOAS IDOSAS, DE ACORDO
COM UMA PESQUISA REALIZADA.
O ESTUDO CORRELACIONOU O
CONSUMO SEMANAL  DE ÁLCOOL
ENTRE 4466 PESSOAS COM IDADE
MÉDIA  DE 76 ANOS- PARA O 
TAMANHO ESTRUTURA E
MOVIMENTO PARA VÁRIAS PARTES
DO CORAÇÃO.
OS PESQUISADORES DESCOBRIRAM:
QUANTO MAIS AS PESSOAS BEBIAM,
MAIOR SUTIS NA ESTRUTURA E
FUNÇÃO DO CORAÇÃO.
ENTRE OS HOMENS  BEBER MAIS
DE 14 BEBIDAS ALCOÓLICA
SEMANAL(BEBEDEIRA) ESTAVA
LIGADO  COM O ALARGAMENTO
DA PAREDE PRINCIPAL CÂMARA DE
BOMBEAMENTO  DO CORAÇÃO 
(MASSA VENTRICULAR ESQUERDA).
ENTRE AS MULHERES PARECEM MAIS
SUSCETÍVEIS  QUE OS HOMENS  AOS
EFEITOS CARDIOTÓXICOS  DE ÁLCOOL
O QUE POTENCIALMENTE CONTRIBUIR
PARA UM MAIOR RISCO DE  CARDIOMIOPATIA
ALCOÓLICA, PARA QUALQUER NÍVEL DE
INGESTÃO  DE ÁLCOOL.
PESQUISAM TAMBÉM MOSTRARAM  QUE
A LUZ BEBER PODE PROTEGER  CONTRA
ALGUMA DOENÇA  CARDIOVASCULAR
MODERADA ENQUANTO BEBER PESADO
TEM SIDO ASSOCIADO COM UM RISCO
MAIOR DE CARDIOMIOPATIA  EM QUE O
MÚSCULO CARDÍACO  TORNA-SE MAIOR
E MAIS GROSSO , MAIS RÍGIDA, OU É
SUBSTITUÍDO  POR TECIDO CICATRICIAL.
APESAR DAS VANTAGENS POTENCIAIS 
DA BAIXA INGESTÃO DE ÁLCOOL, 
DESTACAM-SE  OS POSSÍVEIS RISCOS
PARA A ESTRUTURA DA FUNÇÃO
CARDÍACA POR AUMENTO DA
QUANTIDADE DE CONSUMO  DE
ÁLCOOL EM IDOSOS.
CONSUMO MODERADO DE ÁLCOOL
E DEFINIDA  COMO DOIS DRINQUES
POR DIA (CERVEJA, VINHO OU LICOR)
PARA HOMENS  E UMA  DOSE POR DIA
PARA MULHERES.




















quarta-feira, 27 de maio de 2015

SUPORTE BÁSICO E AVANÇADO DE VIDA EM PEDIATRIA

A IMPORTÂNCIA DO DESENVOLVIMENTO NA PRIMEIRA INFÂNCIA

CRIANÇA

A CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE
PRODUTIVA E PRÓSPERA ESTÁ DIRETAMENTE
RELACIONADA COM O INVESTIMENTO
REALIZADO NOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA
DAS CRIANÇAS, MAIS ESPECIFICAMENTE
NOS TRÊS ANOS INICIAIS, INCLUINDO
TAMBÉM A GESTAÇÃO.
É NESTE PERÍODO, DE ZERO ATÉ OS
3 ANOS, QUE SE ESTABELECEM AS
BASES DO DESENVOLVIMENTO FÍSICO,
INTELECTUAL E PSICOSSOCIAL  DA
CRIANÇA E QUE OFERECERÃO AS
CONDIÇÕES PARA QUE SE TORNE
UM ADULTO CAPAZ DE CONDUZIR
COM AUTONOMIA E PROSPERIDADE A
SUA VIDA.
ESTE PROCESSO É, EM PARTE, DECORRENTE
DA DETERMINAÇÃO GENÉTICA HERDADA DE
PAI E MÃE.
ENTRETANTO, APÓS O NASCIMENTO, A
CRIANÇA PASSA A ESTABELECER UM
RELACIONAMENTO PESSOAL COM
SEUS CUIDADORES, QUE NA MAIOR
PARTE DAS VEZES SÃO OS 
PRÓPRIOS PAIS.
AS BOAS VIVÊNCIAS QUE A CRIANÇA
COMPARTILHAR COM SEUS FAMILIARES
A PARTIR DE ENTÃO VÃO MOLDANDO O
SEU DESENVOLVIMENTO.
É FUNDAMENTAL QUE OS PAIS SEJAM
ESCLARECIDOS DA IMPORTÂNCIA DA
SUA PARTICIPAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO
DOS SEUS FILHOS.
A CRIAÇÃO DE FILHOS NÃO É UMA TAREFA
SIMPLES. E COMO A CRIANÇA É UM SER
EM DESENVOLVIMENTO, A CADA FAIXA
ETÁRIA VÃO SURGINDO NOVAS
SITUAÇÕES, EXIGINDO DOS PAIS UM
AJUSTE NAS SUAS ATITUDES.
FELIZMENTE, EM NOSSO PAÍS,
ESTAMOS VIVENDO UM MOMENTO 
BASTANTE ESPECIAL NA QUAL CRESCE
O INTERESSE E O INVESTIMENTO NA 
PRIMEIRA INFÂNCIA.
HOJE, O QUE FAZ A DIFERENÇA É A 
EDUCAÇÃO NO SENTIDO AMPLO, DESDE
OS PRIMEIROS TEMPOS DE VIDA.
E, PARA ISTO, OS PAIS PRECISAM ESTAR
PREPARADOS. BOA SORTE A TODOS OS 
PAIS NESTA FASCINANTE MISSÃO.

Share CONVULSÕES EM PEDIATRIA E ESTADO DE MAL EPILÉTICO.pdf - 695 KB

Share CONVULSÕES EM PEDIATRIA E ESTADO DE MAL EPILÉTICO.pdf - 695 KB

Share SUPORTE BÁSICO E AVANÇADO DE VIDA EM PEDIATRIA.pdf - 1 MB

Share SUPORTE BÁSICO E AVANÇADO DE VIDA EM PEDIATRIA.pdf - 1 MB

terça-feira, 26 de maio de 2015

CAMPANHA PARA A PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

CRIANÇA FELIZ

CRIANÇAS, ADOLESCENTES, TAPAS
SURRAS E HUMILHAÇÕES

PAIS AMOROSO QUE USAM  O TAPA COMO
INSTRUMENTO PEDAGÓGICO ESTÃO
DESINFORMADOS.
É PRECISO TOMAR CUIDADO COM
CERTAS " VERDADES " ESTABELECIDAS, 
MESMO QUE PASSADAS DE GERAÇÃO 
PARA GERAÇÃO.
NÃO SE PODE DIZER QUE CRIANÇAS
QUE APANHARAM  TORNARAM-SE
UM ADULTO MELHOR; MAIS O INVERSO
JÁ ESTÁ FARTAMENTE ATESTADO.
NÃO HÁ COMPROVAÇÕES QUE 
AGRESSÕES FÍSICAS
(TAPAS,BELISCÕES, PODENDO
CHEGAR A SURRAS) LEVADAS NA
INFÂNCIA CONTRIBUIRAM PARA A VIDA 
ADULTA MELHOR. AO CONTRÁRIO
OS ESPECIALISTAS, QUE SE
DEDICARAM A QUESTÃO DA
VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E
ADOLESCENTES  JÁ COMPROVARAM,
COM BASE EM ESTUDOS CLÍNICOS
QUE CRIANÇAS VÍTIMAS DE MAUS
TRATOS  CARREGAM  PELA VIDA
AFORA, MALES DIVERSOS, 
DESTACANDO-SE  AS
" DOENÇAS DA ALMA " :
TERRORES, INFELICIDADES, DEPRESSÃO,
ANGÚSTIA,  ESTRESSE E MEDO. NOS
CONSULTÓRIOS E SERVIÇOS DE SAÚDE
APRESENTAM-SE  COM CERTA 
REGULARIDADE  CASOS DE  VIOLÊNCIA
COMETIDA PELOS FAMILIARES CONTRA
CRIANÇAS E ADOLESCENTES.
MUITOS ADULTOS QUE USAM  DE 
VIOLÊNCIA FÍSICA  OU
PSICOLÓGICA  CONTRA CRIANÇAS
ALEGAM  QUE A CRIANÇA APANHA 
PORQUE MERECE. ISSO LEVA A
VÍTIMA  A ACREDITAR QUE É
MERECEDORA  DE MAUS-TRATOS.
DA PALMADA (QUE NA VERDADE
E UMA PANCADA ) ATÉ A TORTURA
DE SE SEVICIAR  A CRIANÇA
COM UMA COLHER  EM BRASA,
O CAMINHO PODE SER, MUITAS
VEZES, MAIS CURTO DO
QUE PARECE.
QUANDO UMA CRIANÇA EXTERNA 
QUE APANHA PORQUE MERECE
ESTÁ MANIFESTANDO UM
SINTOMA DE BAIXA 
AUTOESTIMA  QUE VAI
COMPROMETER  SUA PLENITUDE
AO CHEGAR À IDADE ADULTA.
EXTINGUIR O HÁBITO DE ADULTOS
BATEREM EM CRIANÇAS  EM UM
MOMENTO DE DESIQUILÍBRIO 
EMOCIONAL É O CAMINHO MAIS
CURTO PARA REDUZIR A AGRESSIVIDADE
QUE ESTÁ CARACTERIZANDO  A
SOCIEDADE BRASILEIRA.
CRIANÇAS E ADOLESCENTES
SÃO COMO QUALQUER OUTRA PESSOA
SUJEITOS DE DIREITOS.
EDUCAR EXIGE MAIS  DO QUE
PACIÊNCIA. EXIGE PERSISTÊNCIA ,
CARINHO E  A CERTEZA  DE QUE É
DIFÍCIL  EM ALGUNS MOMENTOS MAS,
POSSÍVEL, E MUITO MAIS PROMISSOR 
PARA O FUTURO DE SEUS FILHOS.
FELIZMENTE, MUITO DOS ADULTOS
QUE EM CRIANÇA  SOFRERAM 
MAUS-TRATOS, AGORA,
ESCALDADOS, NÃO REPETEM
O MODELO AGRESSOR.























sábado, 23 de maio de 2015

DICAS PARA EVITAR A QUEDA DE IDOSO NO AMBIENTE DOMÉSTICO

IDOSO

1°- ORIENTE O IDOSO A USAR CALÇADOS
COM SOLADO ANTIDERRAPANTE, EVITANDO
SALTOS, CHINELOS E SANDÁLIAS COM 
ELÁSTICOS
2°- INSTALE CORRIMÃO EM AMBOS OS
LADOS DA ESCADA
3°- COLOQUE TAPETES ANTIDERRAPANTES
NO BANHEIRO E BARRAS DE APOIO
AO LADO DO VASO SANITÁRIO E
NO CHUVEIRO
4°- RETIRE TAPETES DOS CÔMODOS
E CORREDORES E EVITE USAR
PRODUTOS QUE DEIXE O CHÃO
ESCORREGADIO
5°- DEIXE UM ABAJUR PRÓXIMO 
A CAMA
6°- EVITE DEIXAR OBJETOS DE USO 
DIÁRIO EM LOCAIS DE DIFÍCIL
ACESSO(MUITO ALTOS OU
MUITO BAIXOS)
7°- NÃO DEIXE O IDOSO
DESACOMPANHADO APÓS O USO
DE REMÉDIO COM EFEITO SEDATIVO
8°- INCENTIVE A PRÁTICA DE ATIVIDADE
FÍSICA COM ORIENTAÇÃO MÉDICA
9°- CERTIFIQUE-SE DE QUE O IDOSO
FAZ ACOMPANHAMENTO MÉDICO
PERÍODICO.

CURATIVO DE FERIDA COM NECROSE

FERIDA

TIPO DE CURATIVO:GRANDE
ESTÁGIO IV: FERIDA EXTENSA
DESTRUIÇÃO DE TECIDO, CHEGANDO
A OCORRER LESÃO MUSCULAR 
ATINGINDO EPIDERME E DERME


FINALIDADE

  • LIMPAR A FERIDA
  • PROMOVER A CICATRIZAÇÃO
  • TRATAR E PREVENIR INFECÇÕES
  • FAZER DESBRIDAMENTO QUÍMICO
  • E AUTOLÍTICO
  • E REMOVER TECIDOS NECRÓTICOS
  • FORNECES ISOLAMENTO TÉRMICO
FATORES QUE AFETAM A CICATRIZAÇÃO

FATOR EXTRÍNSECO- UMIDADE E FRICÇÃO
FATOR INTRÍNSECO- IMOBILIDADE,
DESIDRATAÇÃO OU MAL NUTRIÇÃO

FASES DA CICATRIZAÇÃO

INFLAMAÇÃO-RETIRAR O TECIDO MORTO
PROLIFERAÇÃO- VASOCONSTRIÇÃO E 
VASODILATAÇÃO(ANGIOGÊNESE)
REMODELAÇÃO

FATORES QUE INFLUENCIAM NA 
CICATRIZAÇÃO

PRESSÃO CONSTANTE
INFECÇÃO
PERFUSÃO INADEQUADA
NECROSE- DEBRIDAMENTO
DIABETE
IDADE
UMIDADE- POUCA UMIDADE

MATERIAIS PARA CURATIVO


PAPAÍNA
RAYON
HIDROGEL
BANDEJA OU CUBA RIM
SORO FISIOLÓGICO
MICROOPORE LARGO
MÁSCARA AVENTAL
GAZES
LUVAS

PROCEDIMENTO


ORIENTAR O PACIENTE E FAMILIA
O QUE SERÁ REALIZADO

1-LAVAR AS MÃOS E FAZER ANTISSEPSIA
COM ÁLCOOL GEL E PARLAMENTAR-SE
2- USAR A PINÇA SEMPRE COM A PONTA
PARA BAIXO
3- LAVAR A FERIDA COM SORO 
FISIOLÓGICO
4- SECAR A PELE AO REDOR DA FERIDA
5- REMOVER EXSUDATO, REALIZAR A
LIMPEZA DA FERIDA DE MENOS 
CONTAMINADA PARA O MAIS
CONTAMINADA
6- APLICAR A PAPAÍNA
7- COBRIR COM RAYON
8- OCLUIR COM MICROOPORE





quinta-feira, 21 de maio de 2015

FOLICULITE

FOLICULITE

É UM PROCESSO INFECCIOSO DOS
PELOS (FOLÍCULOS PILOSOS)
CAUSADO POR BACTÉRIAS, COMO
O ESTAFILOCOCO QUE PODEM
OCORRER EM QUALQUER REGIÃO
DO CORPO.
A MAIORIA DOS CASOS DE FOLICULITE
E SUPERFICIAL, PODE COÇAR, E DOER.
A FOLICULITE SUPERFICIAL AFETA A
PARTE SUPERIOR DO FOLÍCULO PILOSO,
APARECEM PEQUENAS ESPINHAS 
VERMELHAS CAUSANDO COCEIRA.
QUANDO A INFLAMAÇÃO ATINGE 
ÁREAS MAIS PROFUNDAS DA PELE,
PODE HAVER FORMAÇÃO DE
FURÚNCULOS.
E ESSENCIAL QUE O PROFISSIONAL
DA SAÚDE APRENDA A RECONHECER
RAPIDAMENTE A CRIANÇA COM
PATOLOGIA OU INJÚRIA GRAVE E
DAR INICIO AO SEU TRATAMENTO,
DIMINUINDO O NÚMERO DE
MORTES E DE SEQUELAS EM
PEDIATRIA.


Share ENFERMAGEM PRÁTICA.pdf - 3 MB

Share ENFERMAGEM PRÁTICA.pdf - 3 MB

sábado, 16 de maio de 2015

CÂMARA HIPERBÁRICA

CÂMARA

CÂMARA HIPERBÁRICA

E UMA MODALIDADE TERAPÊUTICA
QUE CONSISTE NA OFERTA DE OXIGÊNIO
PURO (FIO2=100%) EM UM AMBIENTE
PRESSURIZADO A UM NÍVEL ACIMA
DA PRESSÃO ATMOSFÉRICA,
HABITUALMENTE ENTRE DUAS E
TRÊS ATMOSFERAS.

INDICAÇÃO OXIGENOTERAPIA
HIPERBÁRICA

- EMBOLIA GASOSA
- DOENÇA DESCOMPRESSIVA
- EMBOLIA TRAUMÁTICA PELO AR
- SÍNDROME DE FORNIER
- CELULITES, FASCEÍTES E MIOSITES
- QUEIMADURA TÉRMICAS OU
ELÉTRICAS
- OSTEOMIELITE
- ENXERTOS COMPROMETIDOS
E OUTROS

quinta-feira, 7 de maio de 2015

LINFOMA DE BURKITT

LINFOMA

LINFOMA DE BURKITT OU 
LINFOMA NÃO HODGKIN,
É UMA NEOPLASIA QUE
ACOMETE O TECIDO LINFÓIDE
(LINFONODOS, BAÇO) E
MÉDULA ÓSSEA.
AS CÉLULAS SE MODIFICAM
E MULTIPLICAM-SE SEM CONTROLE
E FORMAM TUMORES.
PARA UM TRATAMENTO EFETIVO
DEPENDERÁ MUITO DO ESTÁGIO
DA DOENÇA E A IDADE DO 
PACIENTE.
EXISTEM MAIS DE TRINTA TIPOS 
DE LINFOMAS

SINTOMAS

 LINFONODOS AUMENTADOS
(LINFADENOPATIA) NO
PESCOÇO, AXILAS OU 
VIRILHA E COM MENOR
FREQUÊNCIA PRÓXIMO ÀS
ORELHAS, COTOVELO OU
GARGANTA.
FEBRE, SUOR NOTURNO,
FADIGA, PERDA DE PESO E
DE APETITE

TRATAMENTO

RADIOTERAPIA, QUIMIOTERAPIA
OU IMUNOTERAPIA

DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM

APETITE PREJUDICADO
BAIXO PESO
RISCO PARA CONSTIPAÇÃO
DIARREIA
NÁUSEA
VÔMITO
INTEGRIDADE DA PELE
PREJUDICADA
SONO E REPOUSO PREJUDICADO
ATIVIDADES RECREATIVAS
INTERROMPIDAS






CUIDADOS COM TRAQUEOSTOMIA