Pesquise no blog

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

SÍNDROME DA MORTE SÚBITA DO LACTENTE

LACTENTE

A SÍNDROME DA MORTE SÚBITA DO LACTENTE
É DEFINIDA COMO MORTE SÚBITA DE
LACTENTE MENOR QUE 1 ANO, QUE PERMANECE
INEXPLICADA APÓS INVESTIGAÇÃO COMO
AUTÓPSIA, INVESTIGAÇÃO DO LOCAL DE MORTE
E REVISÃO DA HISTÓRIA CLÍNICA.
A SÍNDROME DA MORTE SÚBITA DO LACTENTE
NÃO É UMA DOENÇA NOVA, HAVENDO RELATOS
DA MESMA EM ESCRITURAS E NA PRÓPRIA BÍBLIA.
NOS SÉCULOS VIII E VII A.C. ACREDITA-SE
QUE O REGISTRO DO PRIMEIRO CASO
ENCONTRA-SE NA" BÍBLIA E O BEBÊ DESTA
MULHER MORREU DURANTE A NOITE POIS ELA
A SUFOCOU COM SEU CORPO..." (REIS 3:19,22).
A MORTE SÚBITA E INESPERADA, DURANTE O 
SONO DA CRIANÇA  COM MENOS DE 1 ANO
DE IDADE. A MORTE OCORRE NO LOCAL EM
QUE O BEBÊ ESTÁ DORMINDO(CAMA,CARRINHO),
E NÃO EXISTE NENHUM SINAL INDICANDO QUE
O BEBÊ ESTÁ EM PERIGO DE VIDA.
O BEBÊ DORMIR DE BRUÇOS AUMENTA AS 
CHANCES DE COMPRESSÃO DAS VIAS
AÉREAS, AINDA IMATURAS, POSSIBILITANDO
A DIMINUIÇÃO OU ATÉ A PARADA DA
ATIVIDADE RESPIRATÓRIA.

PREVENÇÃO

- AMAMENTAÇÃO
- MULHERES GRÁVIDAS DEVEM FAZER
PRÉ-NATAL
- POSIÇÃO SUPINA AO DORMIR
(DECÚBITO DORSAL) BARRIGA
VOLTADA PARA CIMA
- A CABEÇA DO RECÉM-NASCIDO DEVE
FICAR DESCOBERTA DURANTE O SONO
- MANTER OS RECÉM-NASCIDOS EM 
AMBIENTE SEM CONTATO COM CIGARRO
- EVITAR COLOCAR BICHOS DE PELÚCIA,
TRAVESSEIROS E PROTETORES NO BERÇO


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

SÍNDROME DE SJÖGREN

Doença auto imune


SÍNDROME DE SJÖGREN É UMA DOENÇA
AUTO-IMUNE DE CAUSA DESCONHECIDA
QUE AFETA AS GLÂNDULAS LACRIMAIS
E SALIVARES, CAUSANDO OLHO E BOCA
SECA.
E UM TIPO DE REUMATISMO PORQUE
PODE CAUSAR INFLAMAÇÃO NAS 
ARTICULAÇÕES E MÚSCULOS.

SINTOMAS

- SENSAÇÃO DE AREIA NOS OLHOS OU 
CORPO ESTRANHO
- DIFICULDADE PARA ABRIR OS
OLHOS PELA MANHÃ
- VERMELHIDÃO
- FERIDAS PEQUENAS NOS CANTOS
DA BOCA.

CAUSA

A CAUSA AINDA É INDEFINIDA, MÁS
FATORES AMBIENTAIS E GENÉTICOS
ESTÃO RELACIONADOS COM
O APARECIMENTO DA DOENÇA.

DIAGNÓSTICO

QUEIXA DO PACIENTE OLHO E BOCA SECA
BIÓPSIA 
CINTILOGRAFIA
TESTE DE SCHIRMER

TRATAMENTO

COLÍRIOS