Pesquise no blog

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

CLISTER (FLEET ENEMA)

CLISTER

O INTESTINO, PORÇÃO FINAL DO TRATO
DIGESTIVO TEM COMO FUNÇÃO:
ABSORVER NUTRIENTES, ÁGUA E
ELIMINAR PARTES NÃO
APROVEITÁVEIS ATRAVÉS DA
EVACUAÇÃO.
AS FEZES FORMAM-SE DO BOLO
ALIMENTAR NÃO DIGERÍVEL,
BACTÉRIAS E CÉLULAS DA
MUCOSA, SENDO IMPULSIONADOS
ATRAVÉS DO INTESTINO EM SENTIDO
AO ÂNUS PELOS MOVIMENTOS
PERISTÁLTICOS.
A CONSTIPAÇÃO SE REFERE A UMA
ANORMALIDADE DA DEFECAÇÃO
E O ENDURECIMENTO ANORMAL
DAS FEZES, NECESSITANDO DE
SOLUÇÕES POR VIA ANAL PARA
ESTIMULAR SUA ELIMINAÇÃO.

CLISTER
É A INTRODUÇÃO DE UMA SOLUÇÃO
COM VOLUME ATÉ 500 ML NO
RETO, PARA O ESVAZIAMENTO.

OBJETIVO:PREPARAR O CLIENTE PARA EXAMES
REMOVER FEZES ACUMULADAS
ALIVIAR CONSTIPAÇÃO

MATERIAIS:
- FLEET ENEMA OU SOLUÇÃO
PRESCRITA AQUECIDA
- LUVAS DE PROCEDIMENTO
- GEL ANESTÉSICO
- GASES NÃO ESTÉRIL

PROVIDENCIAR:- LENÇOL
-COMADRE
-LENÇOL IMPERMEÁVEL
- MATERIAL PARA HIGIENE
ÍNTIMA

PROCEDIMENTO
1- LAVAGEM DA MÃOS
2- REUNIR O MATERIAL
3- EXPLICAR AO CLIENTE E
FAMILIAR O PROCEDIMENTO
4- MANTER PRIVACIDADE
DO CLIENTE
5- FORRAR A CAMA COM O
LENÇOL MÓVEL IMPERMEÁVEL
E COM O LENÇOL MÓVEL DE
ALGODÃO (TRAVESSA)
6- COLOCAR O CLIENTE EM
POSIÇÃO DE SIMS
(DECÚBITO LATERAL ESQUERDO
COM O MEMBRO INFERIOR DIREITO
EM FLEXÃO E O MEMBRO INFERIOR
ESQUERDO ESTENDIDO OU
FLEXIONADO.
7- MANTER A CABECEIRA DA
CAMA ABAIXADA
8- LAVAGEM DAS MÃOS
9- CALÇAR AS LUVAS DE
PROCEDIMENTO
10- RETIRAR A TAMPA DO
FRASCO DE CLISTER
11-LUBRIFICAR A CÂNULA DO
FRASCO COM GEL
12- INSERIR SUAVE A CÂNULA
NO RETO, UTILIZANDO GAZE
13- INTRODUZIR O LÍQUIDO
COMPRIMINDO O FRASCO
ATÉ A SAÍDA DO VOLUME
14- RETIRAR A CÂNULA
DO RETO
15- ORIENTAR O CLIENTE A
MANTER A POSIÇÃO ATÉ
VONTADE FORTE DE EVACUAR.
16- RECOLHER O MATERIAL
17- DESPREZAR AS LUVAS
18-  LAVAGEM DAS MÃOS
19- AUXILIAR O CLIENTE A IR
AO BANHEIRO OU COLOCAR
A COMADRE
20- OBSERVAR E ANOTAR A
CARACTERÍSTICA DAS FEZES
21- AUXILIAR OU REALIZAR
HIGIENE INTIMA SE NECESSÁRIO
22- CHECAR NA PRESCRIÇÃO MÉDICA
23- ANOTAR INTERCORRÊNCIAS





4 comentários:

  1. esse procedimento pode ser realizado fora do ambiente hospitalar? quais os riscos?

    ResponderExcluir
  2. Pode sim... desde que executado por um profissional de saúde especializado!

    ResponderExcluir
  3. Enfº. Hugo Brandão Soares
    É importante avaliar criteriosamente o estado situacional do paciente/cliente, pois há patologias que não toleram bem o esvaziamento abrupto, ou seja, rápido demais das alças intestinais, podendo até gerar o chamado síncope vasovagal, entre outras respostas do organismo.
    Espero ter ajudado!!!

    ResponderExcluir
  4. Estou precisando fazer um fleet enema, nunca fiz; eu sozinha posso fazer ou é melhor alguem fazer em mim?
    Obrigada.

    ResponderExcluir