Pesquise no blog

domingo, 14 de fevereiro de 2016

FRATURA DE FÊMUR EM CRIANÇA

FRATURA


FRATURAS EM CRIANÇAS

AS FRATURAS EM CRIANÇAS EVOLUEM DE
MANEIRA DIFERENTE DAS FRATURAS EM
ADULTOS.
AS FRATURAS DAS CRIANÇAS E 
ADOLESCENTES PREDOMINAM NO SEXO
MASCULINO APÓS OS DEZ ANOS
DE IDADE.
GERALMENTE A FRATURA DE FÊMUR 
OCORRE POR QUEDA OU TRAUMA, 
DOR INTENSA E DIFICULDADE
PARA DEAMBULAR.
DEVE VERIFICAR AS CONDIÇÕES
E PESQUISAR SOBRE ESPANCAMENTO
PRINCIPALMENTE EM CRIANÇAS
MENORES.
A GRANDE MAIORIA DAS FRATURAS
DO FÊMUR SÃO TRATADAS
INCRUENTA , REDUÇÃO E GESSO
PELVI-PODÁLICO.
NAS CRIANÇAS MAIORES,
ACIMA DOS 6 E 7 ANOS
ATÉ A ADOLESCÊNCIA
PODE TER INDICAÇÃO
DE REDUÇÃO E FIXAÇÃO
COM HASTES INTRA MEDULARES.

SINTOMAS

- DOR IMEDIATA PRODUZIDO
PELO TRAUMA
- EDEMA E HEMATOMA AS VEZES
- QUANDO A FRATURA OCORRE
NO MEMBRO INFERIOR
A CRIANÇA EVITA APOIÁ-LOS
NO CHÃO OU MANCA
- DEFORMIDADE APARENTE EM 
ALGUNS CASOS

CUIDADOS

- OBSERVAR PERFUSÃO PERIFÉRICA
E A MOBILIDADE DOS DEDOS
- ELEVAR A EXTREMIDADE 
IMOBILIZADA ACIMA DO NÍVEL
DO CORAÇÃO AJUDA O EDEMA
E ALIVIA A DOR
- ORIENTAR A FAMÍLIA E A CRIANÇA
COMO PROTEGER O GESSO, NÃO
MOLHAR, NÃO QUEBRÁ-LO
- ORIENTAR A CRIANÇA A NÃO
COÇAR A PELE DENTRO DO
GESSO COM OBJETOS
PONTIAGUDOS
- DOR INTENSA ACIMA DO NORMAL
SEM RESPOSTA AO USO DE
ANALGÉSICO DEVE PROCURAR
O ORTOPEDISTA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário