Pesquise no blog

quarta-feira, 10 de maio de 2017

HÉRNIA DE DISCO



SUA ESPINHA É COMPOSTA DE OSSOS
CHAMADOS VÉRTEBRAS. AS VÉRTEBRAS
FORMAM UMA COLUNA QUE PROTEGE A
MEDULA ESPINHAL. ENTRE CADA UMA
DAS VÉRTEBRAS É UM DISCO 
ALMOFADADO. ESSES DISCOS PERMITEM
QUE SUAS COSTAS FLEXIONEM, ASSIM
VOCÊ PODE DOBRAR, GIRAR E ALCANÇAR.

UMA HÉRNIA DE DISCO É UM DISCO
QUE SE DESLOCOU DE SEU LUGAR
ENTRE AS VÉRTEBRAS. ÀS VEZES É
REFERIDO COMO UM DISCO DESLIZADO.
EM ALGUNS CASOS, O DISCO PODE
PROTUBERÂNCIA OU MESMO RUPTURA.

UMA HÉRNIA, ABAULAMENTO OU RUPTURA
DE DISCO PODE EXERCER PRESSÃO SOBRE
OS NERVOS DA MEDULA ESPINHAL, E QUE
A PRESSÃO PODE RESULTAR EM DOR,
DORMÊNCIA OU FRAQUEZA.

OS DISCOS HERNIADOS OCORREM
MAIS FREQUENTEMENTE NA PARTE
INFERIOR DAS COSTAS. O PESCOÇO
TAMBÉM UM LOCAL COMUM.

SINTOMAS

DOR DE UMA HÉRNIA DE DISCO
GERALMENTE OCORRE EM UM LADO
DO SEU CORPO.

UMA HÉRNIA DE DISCO EM SUA
PARTE INFERIOR DAS COSTAS
PODE CAUSAR DOR AGUDA
EM SUA PERNA, QUADRIL OU
NÁDEGAS. VOCÊ PODE TER
DORMÊNCIA EM OUTRO LUGAR.
SUA PERNA TAMBÉM PODE SE
SENTIR FRACA.
UM HÉRNIA DE DISCO EM SEU
PESCOÇO OU PERTO DE SUA
OMOPLATA. A DOR TAMBÉM
PODE SE MOVER PARA O 
BRAÇO, ANTEBRAÇOS E
DEDOS. TAMBÉM PODE HAVER
DORMÊNCIA NO OMBRO,
COTOVELO, ANTEBRAÇOS E
DEDOS.
A DOR É MUITAS VEZES LEVE 
NO INÍCIO, MAS ATIVIDADES
COMUNS, COMO FICAR DE PÉ
SENTADO, ANDAR, ALCANÇAR,
DORMIR, TOSSIR, ESPIRRAR
E RIR PODE FAZER A DOR PIORAR.

CAUSAS E FATORES DE RISCO

UM DISCO HERNIADO OU ROMPIDO
É CAUSADO POR UMA LESÃO OU
TENSÃO NO DISCO. OS RISCOS
MAIS COMUNS PARA UM DISCO
DE SE TORNAR UMA HÉRNIA
INCLUEM:

OBESIDADE

PARTICIPAÇÃO EM ESPORTES

LEVANTAR OBJETOS PESADOS

UMA HISTÓRIA DE HERNIA
DE DISCO EM SUA FAMÍLIA

OPÇÕES DE TRATAMENTO

QUANDO O SEU MÉDICO DECIDE 
TRATAR UMA HÉRNIA DE DISCO
DEPENDE DA GRAVIDADE DOS DANOS
AO DISCO. POSSÍVEIS OPÇÕES DE
TRATAMENTO INCLUEM:

MEDICAMENTOS ANTI FLAMATÓRIOS

MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA,
INCLUINDO DIETA E EXERCÍCIOS

FISIOTERAPIA

INJEÇÕES

A CIRURGIA TAMBÉM PODE SER
UMA OPÇÃO SE OUTROS TRATAMENTOS
NÃO FUNCIONAREM.

 FONTE: UNIVERSITY OF IOWA
HOSPITALS & CLINICS





Nenhum comentário:

Postar um comentário