Pesquise no blog

sábado, 3 de junho de 2017

O QUE É UM COMA?



UM COMA É UMA CONDIÇÃO EM QUE O
INDIVÍDUO ESTÁ EM UM ESTADO DE
SONO PROFUNDO E NÃO PODE SER
DESPERTADO. UM COMA PODE SER
CAUSADO POR MUITAS COISAS, 
INCLUINDO TRAUMA, DROGAS,
TOXINAS OU CERTAS DOENÇAS.
A MAIORIA DOS ESTUDOS SUGERE
QUE, UMA VEZ QUE AS CÉLULAS
CEREBRAIS SÃO DESTRUÍDAS OU
DANIFICADAS, NA MAIORIA DAS
VEZES, ELAS NÃO REGENERAM.
NO ENTANTO, A RECUPERAÇÃO APÓS
LESÕES CEREBRAIS PODE OCORRER,
POIS, EM ALGUNS CASOS, OUTRAS
ÁREAS DO CÉREBRO COMPENSAM
O TECIDO DANIFICADO, OU O
CÉREBRO DESCOBRE QUE 
REENCAMINHAR INFORMAÇÕES E
FUNCIONAR EM TORNO DAS ÁREAS
DANIFICADAS.
A QUANTIDADE EXATA DE RECUPERAÇÃO
NÃO É PREVISÍVEL NO MOMENTO DA
LESÃO E PODE SER DESCONHECIDA
POR MESES OU MESMO ANOS.
CADA LESÃO CEREBRAL E TAXA DE
RECUPERAÇÃO SÃO ÚNICAS .
A RECUPERAÇÃO DE UMA LESÃO
CEREBRAL GRAVE GERALMENTE
ENVOLVE UM PROCESSO PROLONGADO
OU AO LONGO DA VIDA DE
TRATAMENTO E REABILITAÇÃO.

DIAGNOSTICANDO UM COMA

A PROFUNDIDADE DO COMA GERALMENTE
É MEDIDA NAS CONFIGURAÇÕES DE
EMERGÊNCIA E CUIDADOS INTENSIVOS
USANDO UMA ESCALA COMA GLASCOW.
A ESCALA (DE 3 A 15) AVALIA A
ABERTURA DOS OLHOS, A RESPOSTA
VERBAL E A RESPOSTA DO MOTOR.
UMA PONTUAÇÃO ALTA INDICA UMA
MAIOR QUANTIDADE DE CONSCIÊNCIA
E CONSCIÊNCIA.

EM CONFIGURAÇÕES DE REABILITAÇÃO,
OUTRA ESCALA DE MEDIÇÃO É
FREQÜENTEMENTE USADA PARA
INDICAR O NÍVEL DE RESPOSTA
E A CAPACIDADE DE FUNCIONAMENTO
DE UM PACIENTE. É CHAMADA DE
ESCALA RANCHO E É NOMEADA 
PARA O HOSPITAL DE REABILITAÇÃO
ONDE FOI CRIADO, RANCHOS LOS
AMIGOS NA CALIFÓRNIA.

NÍVEL I

SEM RESPOSTA

O PACIENTE ESTÁ EM COMA PROFUNDO
E APARECE PROFUNDAMENTE
ADORMECIDO; AUSÊNCIA DE 
RESPOSTA AO ESTÍMULO

NÍVEL II

RESPOSTA GERAL

O PACIENTE RESPONDE A DOR OU
ESTÍMULOS OU ESTÍMULOS REPETIDOS
COM MOVIMENTOS NÃO PROPOSTOS
OU AUMENTO DA ATIVIDADE

NÍVEL III

RESPOSTA LOCAL

A RESPOSTA DO PACIENTE É
MAIS ESPECÍFICA, COMO GIRAR A 
CABEÇA EM DIREÇÃO A UM SOM OU
SEGUIR UM COMANDO SIMPLES. AS
RESPOSTAS SÃO ATRASADAS E
INCONSISTENTES.

NÍVEL IV

CONFUSO-AGITADO

O PACIENTE ESTÁ EM UM ESTADO DE
RESPOSTA ELEVADO, CONFUSO, AGITADO,
TENTATIVAS DE RETIRAR TUBOS, MORDIDAS,
BATIDAS OU PATRÕES CUIDADORES. O
COMPORTAMENTO É INADEQUADO E A
FALA É MUITAS VEZES INCOERENTE.

NÍVEL V

CONFUSO-INAPROPRIADO

O PACIENTE APARECE ALERTA E PODE
SEGUIR COMANDO SIMPLES. AS RESPOSTAS
SÃO CONFUSAS E NÃO PROPOSITADAS.
A MEMÓRIA E PREJUDICADA E A
FALA GERALMENTE É INADEQUADA.

NÍVEL VI

CONFUSO-APROPRIADO

O PACIENTE MOSTRA COMPORTAMENTOS
PROPOSTOS, MAS REQUER ORIENTAÇÃO
E SUPERVISÃO PARA ATIVIDADES COMO
VESTIR E COMER ; TORNANDO-SE MAIS
CONSCIENTE DO MEIO AMBIENTE; MEMÓRIA
MELHORANDO

NÍVEL VII

AUTOMÁTICO-APROPRIADO

O PACIENTE FAZ ATIVIDADES ADEQUADAMENTE
COM CONFUSÃO MÍNIMA, MAS MUITAS VEZES
PARECE ROBÓTICO. O JULGAMENTO, O
PENSAMENTO E A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
PERMANECEM PREJUDICADOS

NÍVEL VIII

PROPÓSITO-APROPRIADO

O PACIENTE ESTÁ ORIENTADO COM A
MELHORIA DA MEMÓRIA E HABILIDADES.
PODE AINDA REQUERER SUPERVISÃO DEVIDO
À CAPACIDADE COGNITIVA PREJUDICADA.


FONTE: STANFORD HEALTH CARE








Nenhum comentário:

Postar um comentário