Pesquise no blog

domingo, 23 de fevereiro de 2014

A HOSPITALIZAÇÃO E A CRIANÇA

HOSPITALIZAÇÃO

A HOSPITALIZAÇÃO E SEUS EFEITOS
SOBRE A CRIANÇA

PARA COMPREENDER AS REAÇÕES DA
CRIANÇA FRENTE À DOENÇA E À
HOSPITALIZAÇÃO, DEVE-SE TER UMA
NOÇÃO DE SUAS CARACTERÍSTICAS
PSICOLÓGICAS E SOCIAIS EM CADA
UMA DAS FAIXAS ETÁRIAS.

COMO LIDAR COM OS AGRAVOS
QUE PODEM SURGIR DA
HOSPITALIZAÇÃO DA
CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

-
DAR CARINHO E ATENÇÃO A
TODAS AS CRIANÇAS,
PARTICULARMENTE ÀS  QUE
CORREM RISCO DE CARÊNCIA
AFETIVA: AS DESACOMPANHADAS
AS COM DOENÇA GRAVE, AS
INCONSCIENTES, AS EM
ISOLAMENTO E OUTRAS.
- COLABORAR COM AS MÃES
QUE ESTEJAM FISICAMENTE
CANSADAS POIS O DESGASTE
E CANSAÇO FÍSICO INTERFEREM
NEGATIVAMENTE NA RELAÇÃO
COM A CRIANÇA.
- PROCURAR CONHECER E
COMPREENDER AS REAÇÕES
ESPERADAS, TANTO AS DA
CRIANÇA COMO AS DA
FAMÍLIA, QUE  GERALMENTE
OCORREM NA HOSPITALIZAÇÃO
(MEDO, DEPRESSÃO,
AGRESSIVIDADE), PREPARANDO-SE
PARA LIDAR ADEQUADAMENTE
COM ELAS.
- ENSINAR E ESTIMULAR AS CRIANÇAS
E OS PAIS AO AUTOCUIDADO.
- FACILITAR A ADAPTAÇÃO DA
CRIANÇA AO AMBIENTE HOSPITALAR
PERMITINDO, SEMPRE QUE POSSÍVEL,
QUE TRAGA DE CASA UM BRINQUEDO
OU OBJETO IMPORTANTE PARA ELA.
ESTIMULAR SUA INTERAÇÃO COM
OUTRAS CRIANÇAS.
PROPICIAR UM AMBIENTE
INFANTIL E ACOLHEDOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário