Pesquise no blog

sábado, 11 de fevereiro de 2017

BEBER PODE LEVAR A DANOS NO FÍGADO RAPIDAMENTE

BEBIDA

ÁLCOOL CONSUMIDO DURANTE APENAS SETE 
SEMANAS INTERMITENTE PREJUDICA
O FÍGADO DE FORMA QUE O CONSUMO
DIÁRIO MAIS MODERADO NÃO, DE
ACORDO COM OS PESQUISADORES DA
UC SAN FRANCISCO.
OS CIENTISTAS DESCOBRIRAM QUE
QUE APENAS 21 SESSÃO DE BEBEDEIRA
FORAM SUFICIENTES PARA CAUSAR
SINTOMAS DE ESTÁGIO INICIAL DA
DOENÇA. O CONSUMO EXCESSIVO DE
ÁLCOOL PRODUZIU TECIDO HEPÁTICO
GORDO E DESENCADEOU ESTÁGIOS INICIAIS
DE INFLAMAÇÃO, AMBOS INDICADORES
DE DOENÇA HEPÁTICA INDUZIDA PELO
ÁLCOOL.
NÓS PENSAMOS ÀS VEZES DO DANO
HEPÁTICO ALCOÓLICO COMO OCORRENDO
APÓS ANOS DE BEBER PESADO.
NO ENTANTO DESCOBRIMOS QUE
MESMO UM CURTO PERÍODO DO
QUE NOS SERES HUMANOS SERIA
CONSIDERADO BEBER EXCESSIVO
RESULTOU EM DISFUNÇÃO 
HEPÁTICA, DISSE FREDERIC
WOODY HOPF , PESQUISADOR
DO ESTUDO PROFESSOR 
ASSOCIADO ADJUNTO DA
NEUROLOGIA NA UCSF
CENTRO DE ÁLCOOL PARA GENES
E TRADUÇÃO.

IMPORTÂNCIA DE REDUZIR O
CONSUMO EXCESSIVO DE ÁLCOOL


PARA UM HOMEM, O CONSUMO DE
CINCO OU MAIS BEBIDAS DENTRO
DE DUAS HORAS, UMA QUANTIDADE
EQUIVALENTE A CINCO GARRAFAS
DE CERVEJA, UMA GARRAFA
DE VINHO OU CINCO TIROS 
DE LICOR FORTE. PARA UMA MULHER
QUATRO OU MAIS BEBIDAS EM
DUAS HORAS.
REDUZIR O CONSUMO EXCESSIVO
DE ÁLCOOL E PARTICULARMENTE
IMPORTANTE PORQUE MUITOS
BEBEDORES COMPULSIVOS PASSAM
A DESENVOLVER UM TRANSTORNO
DE USO DE ÁLCOOL E RISCOS
À SAÚDE ASSOCIADOS.
A MAIORIA DAS PESSOAS COM
UM TRANSTORNO DE USO
DE ÁLCOOL DESENVOLVE
FÍGADO GORDUROSO E
UM EM CADA CINCO 
PASSA A DESENVOLVER
CIRROSE HEPÁTICA, QUE
MUITAS VEZES É FATAL.


SAIBA QUE...

A LESÃO HEPÁTICA É UMA
CONSEQÜÊNCIA GRAVE E AS
VEZES FATAL DO CONSUMO DE
ÁLCOOL A LONGO PRAZO, QUE
PROGRIDE DESDE O ESTÁGIO
ADIPOSO (ESTEATOSE)
DE ESTÁGIO INICIAL ATÉ A
ESTEATOHEPATITE COM
INFLAMAÇÃO E FIBROSE/NECROSE.



FONTE: UNIVERSITY OF CALIFORNIA


Nenhum comentário:

Postar um comentário